• Cintia Almeida

Você está preso a pensamentos limitantes?

Atualizado: 21 de set. de 2019

Lembra daquelas coisas que mãe, pai, vó ou vô falavam na nossa infância? Coisas como manga com leite faz mal, tomar banho depois de almoçar ou jantar pode dar congestão, homem não chora. Tais afirmações, por algum tempo, podem ter determinado suas escolhas. Até que um dia, a ficha caiu, e você descobriu quanto tempo perdeu sem saborear um delicioso suco de manga com leite!

Esses exemplos são mais simples e não interferem de forma significativa na nossa vida. Mas existem pensamentos que herdamos, estabelecemos, aprendemos ou, por experiência, adquirimos, que nos impedem de alcançar ou realizar objetivos traçados.

Esses pensamentos podem limitar os planos traçados, mesmo que seja algo que desejamos muito realizar.

Quer um exemplo? Mulheres que desejam um relacionamento amoroso mas, por experiências anteriores ou por aquilo que ouviu de outras mulheres, no fundo, pensam "nenhum homem presta". 

Enquanto esse pensamento não vier à consciência e se transformar em algo como "sim, há homens que prestam", pode aparecer a pessoa mais incrível que, dificilmente, essa mulher se abrirá ao relacionamento. 

Outro exemplo, é alguém que deseja empreender mas não consegue alcançar esse objetivo. Pode ser que essa pessoa acredite que a única maneira de ter estabilidade financeira é trabalhando numa empresa. Enquanto esse pensamento estiver presente, dificilmente, essa pessoas caminhará concretamente em direção ao objetivo de empreender.

Quer identificar se você está preso a esses pensamentos limitantes? Reflita sobre as coisas que há tempos você almeja mas que, até o momento, não conseguiu realizar.





17 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo