• Cintia Almeida

De prostituta à santa 

O que mais me encanta em Jesus, é a habilidade que Ele tem de ver em nós mais do que somos no momento atual. Jesus vê a potência que há em nós e aquilo que podemos nos tornar a partir da experiência que fizermos com Ele.

Jesus não vê a mulher mandona, autoritária e dura que talvez você seja hoje. Ele vê a mulher doce que você pode ser, porque Ele colocou em nós a docilidade própria da mulher.

E isso serve para todas as características que fomos assumimos ao longo da nossa trajetória de vida, mas que não fazem parte da essência que Deus colocou em nós. Seja por escolhas errada que fizemos ou pelas feridas na alma que fomos colecionando ao longo dos anos

O fato é que Jesus vê o projeto Dele em nós: mulheres segundo o coração de Deus. E, à medida que aumenta a nossa intimidade com Ele através da vida de oração, mais retomamos esse plano original. Foi assim com Maria Madalena.

"Os escribas e os fariseus trouxeram-lhe uma mulher que fora apanhada em adultério. Puseram-na no meio da multidão e disseram a Jesus: Mestre, agora mesmo esta mulher foi apanhada em adultério. Moisés mandou-nos na lei que apedrejássemos tais mulheres. Que dizes tu a isso?" João 8,3-5

Eu imagino que essa mulher foi arrastada pelos cabelos e jogada diante de Jesus. Imagino ela no chão, num misto de vergonha e medo da morte. Porque esse era o destino da mulher que fosse pega em adultério: ser apedrejada até a morte.


"Jesus, porém, se inclinou para a frente e escrevia com o dedo na terra." João 8,6b

Imagino que, nesse exato momento, o olhar de Jesus cruzou o de Maria Madalena. E ela pôde sentir todo amor vindo daquele olhar. Um amor que tem poder de curar o mais profundo da alma. E, todo amor que talvez ela tenha buscado sem sucesso na prostituição, ela encontrou em Jesus.


Por fim, Jesus diz a famosa frase:

"Quem estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra." João 8,7b

E cada um daqueles homens foi se retirando. Até que ficam somente Jesus e Maria Madalena.


"Mulher, onde estão os que te acusavam? Ninguém te condenou? Respondeu ela: Ninguém, Senhor. Disse-lhe então Jesus: Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar. João 8b-11

Mulher. Ao dizer isso, Jesus devolve a dignidade de Maria Madalena. Antes, chamada prostituta. Agora, retoma sua essência, o plano original: o de ser mulher.

A partir daí, ela jamais deixou Jesus. Viveu todos os dias ao lado Dele. Foi transformada, de dentro para fora, a partir da experiência diária desse amor. Viu os milagres que Ele realizou, mas também experimentou a dor da Cruz.

Porém, acima de tudo, pôde contemplar a graça maior: foi a ela que Jesus apareceu primeiro, após a ressurreição. Recebeu a recompensa por sua fidelidade.


Jesus tem o poder de mudar toda a nossa história! Se mudou a de Maria Madalena, pode mudar a sua! Deixe-se alcançar por esse olhar amoroso de Jesus e permita-se resgatar o plano original de Deus para sua vida! Acredite, abra-se e Ele agirá!








147 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo