• Cintia Almeida

Quem você decide ser?

Atualizado: 26 de nov. de 2019

"O que é, então, um ser humano? É o ser que sempre DECIDE O QUE ELE QUER SER. É o ser que inventou as câmaras de gás; mas é também aquele ser que entrou nas câmaras de gás, ereto, com uma oração nos lábio."

Essa é a frase de Viktor Frankl em sua análise final no livro "Em busca de sentido", a respeito da psique humana, após ter vivido 3 anos num campo de concentração.

Diante dessa reflexão do idealizador da logoterapia e do momento propício que estes últimos dias do ano nos traz, você poderia se perguntar: quem eu decido ser nesse próximo ano?


E, a partir desta resposta, definir seu plano de ação para as diversas áreas da sua vida ou viver o próximo ano sambando o famoso "deixa a vida me levar, vida leva eu..." Uma escolha que leva a caminhos completamente distintos! 


O primeiro, conduz ao estabelecimento de metas e foco em resultados tangíveis, possibilitando rever a trajetória e mudar o caminho, quando necessário. Permite, acima de tudo, dar sentido ao que se realiza, motivos para sair da cama todos os dias e ir além numa busca constante pelo autoconhecimento e superação de si mesmo.


Para te apoiar nesse plano, deixo aqui algumas questões para você refletir e escrever. Sim, escrever e deixar em local visível, para ser visitado com frequência ao longo de 2020. Porque a gente planeja mas, certamente, o plano muda ao longo da trajetória. E não há problemas nisso! Importa ter uma linha mestra. Ajustes serão necessários no caminho.


Um ponto importante é que suas respostas precisam ser SMART, uma sigla em inglês que significa: específica, mensurável, atingível, relevante e temporal (determinar data para realizar).


Topa o desafio?


1. Qual seu propósito para 2020? Propósito é aquilo que te motiva a sair da cama todos os dias. Algo grande a se realizar. Se você é mãe, por exemplo, poderia ser algo como “ser a melhor mãe que meu filho poderia ter”.

2. Qual a meta principal para cada dimensão da sua vida: saúde, profissão, família/casamento, espiritualidade, afetividade?


3. Olhando para cada meta que você estabeleceu na pergunta anterior, estabeleça uma nota para como você está hoje e uma nota que deseja alcançar?


4. Agora, olhando para a nota que você determinou alcançar, faça uma lista de como você vai chegar lá


5. Estabeleça prazos para cada item da sua lista.


Respondendo todas as perguntas, você terá um plano robusto a perseguir em 2020!


Agora, sobre o resultado do segundo caminho, bem, você só vai descobrir em dezembro de 2020 já que, sem objetivos tangíveis, não há o que projetar nem metas a perseguir. Apenas olhar pra trás e perceber que, para quem não tem um destino, qualquer caminho serve. Só isso.

Desejo que neste próximo ano, você se decida pelos seus planos, por seus projetos e por você!








60 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo